Bónus Zurich: 8 milhões de euros para clientes do ramo automóvel

bonus zurich cliente automovel

Sensíveis aos tempos que estamos a viver, a Zurich tomou a decisão de criar o “Bónus Zurich” devolvendo assim cerca de 8 milhões de euros para os clientes do ramo automóvel. Desta forma, a seguradora faz refletir a redução do tráfego rodoviário e a diminuição na sinistralidade resultantes das restrições à mobilidade das pessoas, do isolamento social e do encerramento ou interrupção parcial dos estabelecimentos comerciais, empresas de serviços e indústrias.

Este apoio monetário que se denomina de “Bónus Zurich” é dirigido aos clientes individuais e empresariais com uma ou mais apólices Zurich Auto que não tenham tido sinistros durante o estado de emergência e que tenham renovado ou venham a renovar as suas apólices entre janeiro e dezembro de 2020. O bónus será processado após a declaração do fim de estado de emergência.

Para esclarecimento de eventuais dúvidas sobre o bónus Zurich, deixamos um conjunto de Perguntas & Respostas:

1. Quais os Clientes que têm o direito a beneficiar do bónus?
Têm direito ao “Bónus Zurich” todos os Clientes individuais e empresariais com uma ou mais apólices de automóvel, cuja renovação (data aniversária) ocorra entre os dias 1 de janeiro e 31 de dezembro de 2020.

2. O “Bónus Zurich” dirige-se apenas a Clientes com o pagamento do prémio em dia?
Sim. O bónus apenas será pago a Clientes individuais e empresariais que tenham os prémios pagos.

3. As apólices que registem sinistros antes e depois da declaração do estado de emergência (18 de março de 2020) têm direito ao bónus?
Sim. Todas as apólices têm direito a este “Bónus Zurich”, com exceção das apólices que registem sinistros com culpa durante o período de declaração do estado de emergência.

4. Em que período é válido o “Bónus Zurich”?
O bónus é válido apenas em 2020, para as apólices renovadas ao longo do ano de 2020, ou seja, de 1 janeiro a 31 de dezembro e não impacta as condições tarifárias das apólices, sendo processado de forma independente.

5. Qual o valor do bónus por cada veículo segurado?
O prémio por apólice é variável em função de capitais e coberturas e o “Bónus Zurich” irá depender do valor médio da apólice. O valor máximo para Clientes individuais e empresariais será de €20,00 e €50,00 por apólice, respetivamente.

6. Como vai a Zurich proceder ao pagamento?
O pagamento do “Bónus Zurich” será feito preferencialmente através de transferência bancária da Zurich para a conta do Cliente.

Actualização de informação agosto 2020

Na sequência da iniciativa denominada Bónus Zurich, vimos partilhar uma actualização sobre o modo e tempo em como a Zurich vai processar os respetivos estornos e consequente pagamento.

Conforme informado, no total a seguradora irá canalizar 8 milhões de euros para o “Bónus Zurich”, que irá abranger mais de 700.000 apólices. O montante de cada estorno varia em função do valor médio da apólice e poderá atingir os €20,00 para apólices de clientes individuais e €50,00 para apólices de clientes empresas. Este estorno é cumulativo à normal bonificação por ausência de sinistralidade já prevista nos contratos do ramo automóvel.

Salientamos que um dos pressupostos deste pagamento extraordinário, se encontra ligado ao período declarado de estado de emergência, sendo apenas devido a Clientes individuais e empresariais que tenham os prémios pagos.

A publicação da norma regulamentar n.º 8/2020 R, de 23 de junho, veio introduzir um regime excecional e temporário, no âmbito da pandemia da doença COVID-19, relativo ao pagamento do prémio de seguro, nomeadamente quanto ao facto de na falta de acordo entre o segurador e o tomador do seguro, e perante a falta de pagamento do prémio ou fração na respetiva data de vencimento, a cobertura dos seguros obrigatórios ser mantida por um período de 60 dias a contar da data do vencimento do prémio ou da fração devida.

Como esta nova imposição legal surgiu no decorrer da emissão dos estornos, a Zurich teve que adaptar o processo que tínha previsto e, assim sendo, vimos pela presente prestar alguns esclarecimentos, a saber:

  • Durante a primeira quinzena de agosto irão estar disponíveis os estornos das apólices cujos continuados se venceram entre 01/01 e 31/05/2020.
  • A partir do início de setembro serão pagos os primeiros estornos a Clientes com apólices com débito direto.
  • Subsequentemente e relativamente a Clientes com apólices sem débito direto, os estornos serão pagos através do envio de carta cheque. Relembramos que a validade do cheque será de 60 dias e que a data de validade será inserta no próprio cheque.
  • A partir do momento em que a primeira tranche de pagamento da carta cheque seja efetuado, este procedimento passará a ser mensal para os meses em falta.
  • Prevê-se que o ciclo de pagamentos esteja concluído até final do primeiro trimestre de 2021.
  • Por último informamos que as primeiras tranches irão contemplar as apólices que venceram até maio, caso sejam apólices individuais ou apólices únicas de clientes empresas. No entanto, caso um cliente empresa tenha diversas apólices (por vezes dezenas ou até mesmo centenas) com diferentes datas de vencimentos, iremos agrupar de acordo com o vencimento mais tardio, e refletir todo o pagamento de uma só vez, evitando o envio de diversas cartas cheque. Assim, é natural que haja uma maior concentração desses clientes no final do ano.

A Zurich foi o primeiro segurador a lançar, em Portugal, um sistema de compensação para refletir a redução do risco durante o estado de emergência. A 27 de abril de 2020, ainda durante o estado de calamidade, lançaram o “Bónus Zurich”, direcionado aos Clientes com apólices automóvel, tanto individuais como empresariais, que não registassem sinistros durante o estado de emergência.”